Nicole Kidman em Olivier Theyskens / 2017

Nicole Kidman, a atriz australiana reconhecida como uma das mais importantes ícones de estilo das duas últimas décadas, revela seus segredos de elegância.

Nicole Kidman em Zuhair Murad / 2017

A pele translúcida, os olhos azuis, os cabelos dourados em cachos e suas pernas longas são fatores que contribuem no visual contagiante que Nicole tem aprimorado com suas atitudes e refinamento. Em entrevista concedida à imprensa francesa, no início deste mês, a atriz respondeu a várias perguntas através de muita cautela e uma pitada de malícia.

Nicole Kidman em Calvin Klein por Appoientment / 2017

Kidman é a detentora de um Oscar, embora críticos de cinema afirmam que ela teria merecido outros três. A versatilidade de seu talento já permitiu que protagonizasse papéis com características opostas. Já foi anjo e demônio.

Nicole Kidman em Altuzarra / 2017

Sobre a marca Italiana Fendi que a escolheu como embaixadora, Nicole faz questão de afirmar que é grande admiradora de suas peças assim como de seu diretor criativo, o estilista alemão, Karl Lagerfeld.

“Sou muito amiga da Maison e de Karl que com sua criatividade  tem prolongado a vida da lendária marca com coleções marcadas por fantásticas peças de luxo. Karl mistura textura e matérias leves que contribuem na criação  de peças femininas, confortáveis e sensuais.”

Nicole Kidman em Fendi / 2017

Fendi é uma das poucas marcas que sabe combinar peles, lãs, antílope ou crocodilo com naturalidade. A rebelião do material é sem precedentes. É por este motivo que as peças me atraem. Sinto existir uma relação da marca com o cinema italiano, quando Fendi vestia as estrelas de Cinecittà, como Sophia Loren ou Silvana Mangano,” concluiu.

Nicole Kidman em Armani Privé / 2017

Ao ser questionada sobre o que pensa a respeito da moda, Nicole responde: “Para mim moda é essencial, porque é uma forma de me divertir. Mudar o visual, significa uma mudança de identidade, de bom humor. Adoro usar roupas diferenciadas pela beleza. São para mim como obras de arte. Tenho também muito carinho e admiração pelo estilista Raf Simons, atual diretor criativo da Calvin Klein. Para mim Karl e ele são os artistas e artesãos do século. Não gosto da palavra “empoderamento”, usada para sugerir que a mulher deve se afirmar o tempo inteiro. Uma mulher só necessita ser racional quanto à imagem que quer passar de si mesma. Ela deve ter conhecimento de seu estilo, para saber o que vestir na conquista de posição profissional, de um papel como atriz ou para seduzir. São situações diferentes que requerem disciplina e atenção.”

Nicole Kidman em Alexander Mcqueen / 2017

E sobre suas inspirações, quem seriam as ícones de estilo de Nicole Kidman? Assim que questionada, sua resposta veio de imediato: “Katharine Hepburn no filme The Philadelphia Story, de George Cukor, com seus vestidos de “chiffon” e seus tops de “strass”. Mas também Catherine Deneuve em “Belle de Jour”, com a roupa clássica de uma burguesa perdida. Acredito que aquela imagem é imbatível.”

Nicole Kidman em Armani Privé / 2017

Quanto a seu próprio estilo, Nicole declara ser “classic with a twist” – clássico com alguma diferença.

Nicole Kidman em Dior / 2017

Quanto aos seus básicos, Nicole declara ser “uma calça jeans e uma camiseta. Mas minhas filhas não gostam que eu me vista assim. Elas querem que eu vá buscá-las na escola como uma “lady”. Mais precisamente com uma saia, sapatos de salto e cabelos escovados. Minhas garotas são realmente muito, muito femininas. Elas adoram vestidos, “tutus” – saias de tule -, sapatos com glitter, etc. Quando vamos à missa nos domingos, se vestem como se fossem gravuras de moda.”

Nicole Kidman com seu marido Keith Urban e as filhas Sunday Rose e Faith Margaret

Ao ser questionada sobre o porque de ter escolhido a cidade americana Nashville para morar, Nicole declarou: “Quando conheci meu marido, Keith Urban, eu me sentia só, sem casa, sem âncora. Nada mais me segurava a um local específico. Foi quando ele me disse: “Vamos para Nashville, lá é a minha cidade. É onde eu trabalho.” Nicole, então, respondeu que se ela significasse “um lar doce lar” para ele, o “seguiria com muita alegria”. E foi o que ocorreu.

Nicole Kidman com seu marido Keith Urban / 2017

Nicole Kidman fez questão de sublinhar, “Eu vivo no Tennessee, em meio a rios, lagos, florestas, onde caminhamos com nossos filhos. “E continuou,” lá cultivo minhas rosas e meus gardênias. Tenho uma horta também. No ano que vem, vou obter diploma de horticultora. Minha mãe fazia muita jardinagem. Quando criança, eu a via retornar dos arbustos australianos com arranhões em seus braços e pernas, por ter ido colher os cogumelos que plantara. Sorrindo Nicole acrescentou: “Ela me ensinou que é no meio da natureza que se encontra a paz. Que ir colher flores no jardim com as crianças, no final do dia, e ficar inebriada com o perfume de jasmim, é o que realmente significa felicidade.”

Nicole Kidman fotografada por Will Davidson / Vogue Austrália Janeiro 2017

A respeito de sustentabilidade, Nicole declara: “Procuro passar a imagem de uma mulher que tem sido capaz de amar sua família, seu trabalho, seu próximo. Saber amar é o que mais importa. Estar apaixonada é essencial tanto para a vida pessoal quanto para a vida profissional. O que não é uma postura fácil, porque o ser humano é muito sensível ao fracasso, à decepção, às perdas etc. Sou fraca, mas também sou muito invulnerável. Essa é a minha força.”

Nicole Kidman fotografada por Annie Leibovitz / Vogue USA Setembro 2003

Quando me sinto triste, chamo a minha irmã, Antonia, ou viajo para vê-la. Ela mora em Singapura com seus seis filhos. Eu encosto meu rosto no dela, e então me sinto bem. É uma osmose natural. Quando crianças, dormíamos na mesma cama, brincávamos juntas, assim como juntas, perdemos nosso pai e cuidamos de nossa mãe quando estava doente. Ajudamos uma a outra. Ela acabou de se graduar em direito por correspondência, e me disse que com este diploma pretende ajudar o mundo.“

Nicole Kidman em Roberto Cavalli / 2014

Quando questionada sobre o significado de elegância, Nicole foi rápida em dizer que se tratava de uma questão muito difícil de ser “expressa em palavras.” Pensou um pouco e disse: “Hoje mesmo vi uma mulher, pelas ruas de Paris, vestindo um casaco cor de mel e um imenso cachecol ocre que voava. Elegância pode ser exemplificada por aí. Vestir peças e acessórios cujo resultado seja harmonioso. Mais ou menos como em uma pintura impressionista, onde um tom rosa contornando um verde acaba por criar uma luz de sol poente. Seu andar demonstrava segurança e leveza. Era uma imagem absoluta de liberdade. Era também elegância.“

Nicole Kidman em Alexander McQueen / 2017

Nicole Kidman se encontrava em Paris, por ter sido convidada a inaugurar as icônicas vitrines de Natal da loja de departamentos Printemps Haussmann, este mês, como pode ser visto no interessante vídeo abaixo:

(Visited 1 times, 1 visits today)